barra fina
          Bem-vindo ao portal do Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos

 

Notícias:

ESTAFETA DOS CONTOS PASSOU POR ÓBIDOS

A Estafeta dos Contos chegou pela primeira vez ao Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos,  no dia 27 de novembro, pelas mãos das docentes de português em parceria com a Biblioteca Municipal de Óbidos.

Durante o dia vinte e sete, no Complexo Escolar do Alvito , alunos das turmas do quinto ano dos Arcos e do Alvito receberam o testemunho da estafeta, trazido pela contadora visitante Florbela Afoito, da Biblioteca Municipal de Santarém. De seguida, na Biblioteca da escola, as histórias andaram à solta, pela voz da contadora visitante e das contadoras residentes, Ângela Oliveira e Cláudia Batista.

No decurso do dia, as turmas participaram num almoço convívio e, no caso das turmas do Complexo dos Arcos, realizaram atividades, no atelier criativo,

Sobre uma das obras lidas , sobre a supervisão da animadora Cristina Oliveira.

Durante a manhã de dia vinte e oito e antes de rumarem à escola da

Benedita, as contadoras anfitriãs deslocaram-se ao Complexo do Furadouro onde, em conjunto com a animadora Carina Freitas, fizeram uma outra sessão de contos.

“Mantinha dos Valores” um projeto solidário por um sonho mais quentinho

 alvito 14s

Os alunos do Complexo Escolar do Alvito lançaram a toda a Comunidade o projeto “Mantinha dos Valores”.

Pais,  avós,  familiares  e  amigos  foram  convidados  a  participar  na  confeção  da
mantinha (uma por cada turma) onde todos se juntam por uma única causa:

Ajudar as crianças da “Ajuda de Berço” e famílias carenciadas do concelho de Óbidos.

Para além das mantinhas, onde serão bordados os “valores” trabalhados em contexto de sala de aula e apresentados na festa de natal, outros bens essenciais poderão ser oferecidos: boiões de fruta, leite em pó, toalhitas, fraldas (preferencialmente tamanho 5 e 6), compressas (10x10), soro fisiológico unidoses, bolachas, casaquinhos e botinhas de lã...

Participam nesta causa: Trilã, Associação de Pais, Atelier mamãs e papás criativos, Centro de Hemodiálise das Gaeiras,  Jovens Voluntários das Gaeiras, Junta de Freguesia das Gaeiras e A-dos-Negros, Óbidos Criativa, Centro de Gestão Agrícola de Óbidos, Jardins de Infância de Gaeiras e Gracieira (onde podem ser feitas as ofertas).

J.I. DE OLHO MARINHO “PÃO POR DEUS”

O Jardim dedicou o dia de 31 de Outubro ao “pão por Deus”. A preparação para este dia foi vivida com muito entusiasmo, energia e muita alegria durante alguns dias.

No dia 31 de Outubro, o tempo ajudou e a tradição cumpriu-se.

As crianças saíram à rua para pedir o “pão por Deus”,  cantando canções e pedindo “pão por Deus” pela Freguesia, na rua, em lojas e cafés encontraram amigos, vizinhos, avós e mães.  Ao fim da manhã regressaram ao Jardim com os sacos cheios. Depois de tanta atividade as crianças deliciaram-se em levar para casa uma “cesta” cheia de apetitosas e saborosas guloseimas.

Noutros tempos em que a fome apertava este era o dia das crianças, dia de abundância e fartura.

Esta atividade despertou inúmeras sensações. A Educadora Milú, com a colaboração da assistente operacional Joana, procura sempre proporcionar a maior satisfação a todas as crianças focalizando-se em objetivos/atividades que permitam momentos únicos de aprendizagem, como foi este dia. Foi o divertimento total.

Um beijinho, a todos os que proporcionaram este dia tão especial e divertido, dos meninos do Jardim de Infância de Olho Marinho.

Educadora Milú

Dia Nacional do Pijama no C. do Alvito

Alunos  do  Complexo Escolar do Alvito  comemoraram  o  Dia  Nacional do Pijama com a canção “O Melhor está p’ra vir” e uma passagem de modelos.

Este ano, o “Dia Nacional do Pijama” foi a atividade solidária escolhida pela turma do 2º/3ºJ do C. E. Alvito para incentivar a entreajuda e o espírito solidário dos alunos.

O que é o Dia Nacional do Pijama?

O Dia Nacional do Pijama é uma iniciativa da instituição Mundos de Vida e pretende ser um dia educativo e solidário feito por crianças que ajudam outras crianças. Um dia em que as crianças pequenas lembram, anualmente, a todos que “uma criança tem direito a crescer numa família”.

Informações Adicionais